FIELD()
 Retorna o nome de um campo do arquivo (.dbf) corrente
------------------------------------------------------------------------------

 Sintaxe

     FIELD(<nPosiçao>) --> cNomeCampo

 Argumento

     <nPosiçao> é a posiçao de um campo na estrutura de dados.

 Retorno

     FIELD() retorna o nome do campo especificado na forma de uma cadeia de
     caracteres em letras maiúsculas.  Caso a <nPosiçao> nao corresponda a
     algum campo existente no arquivo de banco de dados corrente, FIELD()
     retorna uma cadeia de caracteres nula ("").

 Descriçao

     FIELD() é uma funçao de tratamento de banco de dados que retorna o nome
     de um campo na estrutura do banco de dados.  Geralmente é utilizado em
     aplicaçoes independentes de dados onde o nome do campo é desconhecido.
     Caso deseje-se informaçoes sobre mais de um campo, use AFIELDS() para
     criar um vetor com informaçoes sobre campos ou COPY STRUCTURE EXTENDED
     para criar um banco de dados com informaçoes sobre campos.

     Se você também precisar de informaçoes adicionais sobre a estrutura de
     arquivos de banco de dados, use TYPE() e LEN().  Para obter a
     quantidade de casas decimais de um campo numérico, utilize a seguinte
     expressao:

     LEN(SUBSTR(STR(<idCampo>), RAT(".", STR(<idCampo>)) + 1))

     O padrao é que a funçao FIELD() opere na área de trabalho correntemente
     selecionada.  Pode-se fazê-la operar em uma área de trabalho nao
     selecionada se ela for especificada em uma expressao alias, como mostra
     o exemplo abaixo.

 Exemplos

       Os exemplos a seguir ilustram FIELD() sendo utilizada
        juntamente com várias outras funçoes:

        USE Sales
        ? FIELD(1)                  // Resulta: BRANCH
        ? FCOUNT()                  // Resulta: 5
        ? LEN(FIELD(0))             // Resulta: 0
        ? LEN(FIELD(40))            // Resulta: 0

       O exemplo a seguir utiliza FIELD() para relacionar o nome e
        tipo de cada campo em Customer.dbf:

        USE Customer NEW
        FOR nField := 1 TO FCOUNT()
           ? PADR(FIELD(nField), 10), VALTYPE(&(FIELD(nField)))
        NEXT

       Este exemplo ilustra expressoes alias sendo utilizadas para
        acessar nomes de campos em áreas de trabalho nao selecionadas:

        USE Sales NEW
        USE Customer NEW
        USE Invoices NEW
        //
        ? Sales->(FIELD(1))         // Resulta: SALENUM
        ? Customer->(FIELD(1))      // Resulta: CUSTNUM

 Arquivos:  Biblioteca CLIPPER.LIB.
 To download this example - click here.

See Also: AFIELDS()* DBSTRUCT() FCOUNT() LEN() VALTYPE()