RENAME
 Dá um novo nome a um arquivo
------------------------------------------------------------------------------

 Sintaxe

     RENAME <xcArquivoAntigo> TO <xcArquivoNovo>

 Argumentos

     <xcArquivoAntigo> é o nome do arquivo ao qual será dado um novo
     nome.  O nome do arquivo deve incluir a extensao, caso o arquivo a
     tenha, e pode ou nao ser precedido por unidade e/ou diretório.
     <xcArquivoAntigo> é uma expressao e pode ser especificada literalmente,
     ou seja, pelo próprio nome do arquivo, ou por expressao caractere entre
     parênteses.

     <xcArquivoNovo> é o novo nome do arquivo, incluindo a extensao.
     <xcArquivoNovo> pode ou nao ser precedido da unidade e/ou diretório.
     <xcArquivoNovo> também é uma expressao e pode ser especificada
     literalmente ou por expressao caractere entre parênteses.

 Descriçao

     O comando RENAME dá um novo nome a um arquivo especificado.  Se o
     diretório fonte for diferente do diretório destino, o arquivo vai para
     o novo diretório.

     RENAME nao se utiliza dos comandos SET DEFAULT e SET PATH para
     localizar <xcArquivoAntigo>.  Ao invés disso, ao <xcArquivoAntigo> é
     dado um novo nome somente se ele estiver localizado no diretório DOS
     corrente ou no PATH especificado.

     Caso o <xcArquivoNovo> já exista ou esteja aberto, o comando RENAME
     fica inativo.  Para que essa condiçao seja considerada um erro, use a
     funçao FILE() antes de executar o comando.  Veja o exemplo abaixo.

     -----------------------------------------------------------------------
     . Aviso

     Quando é dado um novo nome a um arquivo de dados, lembre-se de que se
     deve mudar também o nome de qualquer arquivo memo (.dbt) associado a
     ele.  Caso isso nao seja feito, a integridade do seu programa poderá
     ser comprometida.
     -----------------------------------------------------------------------

 Exemplos

     O exemplo a seguir demonstra como dar um novo nome a um arquivo,
     verificando a existência do arquivo destino antes de iniciar a operaçao
     do comando RENAME:

     xcOldFile := "Antigo.txt"
     xcNewFile := "Novo.txt"
     //
     IF !FILE(xcNewFile)
        RENAME (xcOldFile) TO (xcNewFile)
     ELSE
        ? "Arquivo ja existe"
     ENDIF

 Arquivos:  Biblioteca CLIPPER.LIB.
 To download this example - click here.

See Also: COPY FILE ERASE RUN CURDIR() FILE() FERASE() FRENAME()